Recentes

DESKTOP ANALISA | Renovo - Sarah Farias


Hoje iremos falar de um CD que chegou quase de surpresa para todos após meses de preparação. A data de lançamento foi anunciada apenas dois dias antes de lançar o disco e notamos que a espera valeu a pena! 

Sarah Farias ficou conhecida por canções pentecostais que marcaram todo o Brasil como "Novidade" e a canção "Deixa Eu te Usar", que até hoje bomba em todo o país e fala muito aos corações de diversas pessoas. 

A cantora nos trouxe em 2012 o disco "Novidade", lançado de forma independente, que traz canções inspiradas e profundas, entre elas "Isaías 51.2", "Nunca Mais" e "Majestade Santa". Em 2015, Sarah gravou o DVD "Vivendo a Novidade" na cidade de Maceió (AL) com as músicas que mais marcaram sua carreira até o exato momento e a inédita "Deixa Eu te Usar". Em 2017, a cantora e compositora foi contratada pela gravadora MK Music e lançou o single "Renovo", que já tem mais de 5 milhões de visualizações no YouTube, e logo lançaria seu novo CD pela gravadora.

"Renovo" contém 10 faixas - 9 autorais e uma regravação de Josias Barbosa - produzidas pelo maestro Melk Carvalhedo e Thiago Araújo. O disco segue no estilo pentecostal e traz a participação do cantor Anderson Freire em uma das faixas. A parte visual do disco foi feita por Thiago Prado.

O disco inicia com o single "Sobrevivi", uma das canções mais esperadas do CD, mas que deixou a desejar em sua produção e interpretação, porém sua letras traz um fato e a realidade do nosso dia-a-dia: aprendemos a subir descendo e a ganhar perdendo. Sarah comentou em sua page no Facebook que a canção foi escrita quando aconteceu a tragédia que envolveu todo o time da Chapecoense. Sua introdução conta com um solo de violino e cello trazendo um suspense até chegar ao refrão. Infelizmente, a canção teve diversas alterações na parte vocal e não trouxe a emoção das vezes que Sarah cantou ao vivo, porém não deixa de ser uma música boa e que nos traz a esperança de que tem coisa boa chegando, pois você sobreviveu!

"Só Quem Tem Raiz" recompensa tudo que "Sobrevivi" não tem e traz uma canção de superação e esperança. É uma faixa simples em arranjo, porém muito bem interpretada junto a guitarra no fundo e o backing fazendo a base no refrão. 

Eis a canção de sucesso e título do CD: "Renovo". Introduzida pelo piano, violão e instrumentos de corda, a faixa é uma das mais lindas do álbum. Sarah canta uma verdadeira oração quando se está fraco e precisando de renovo. Seu refrão é fácil de decorar e uma delícia de ser cantado. A canção dá um up ao repetir o refrão, onde o backing brilha junto a bateria, abrindo alas para a ponte onde a violinos acompanham a cantora declarando que "tem renovo na casa" e nos deixa realmente com vontade de ser renovado na presença de Deus!

"Estabilidade" retrata a passagem de Isaías 33:6 onde Deus diz que haverá estabilidade em Sião. Uma canção tranquila na qual Sarah arrasou nas técnicas vocais e Thiago Araújo na produção, principalmente na bateria e guitarra. 

"Efatá" é a faixa que deveria ser single no lugar de "Sobrevivi". Foi também uma das canções mais esperadas principalmente por contar com a participação de Anderson Freire, que arrasou em sua parte e não exagerou nos berros (rs). Baseada em Marcos 7:34 (quando Jesus cospe na boca do homem, tocando em sua língua e ouvido para o curar), "Efatá" começa com batidas de bateria, backing vocal, guitarra e violinos. Na parte de Anderson, a canção tem grande destaque pela interpretação e altura da voz do cantor preparando para entrar no refrão junto a Sarah. As paradas da bateria e a força do backing faz da canção pentecostal mais gostosa ainda! "Abre a porta do milagre, abre o céu pra mim, Senhor; a minh'alma está clamando: efatá"!

A sexta faixa, "É Diferente", é outra canção de destaque no CD "Renovo". A faixa foi muito bem produzida e é muito gostosa de ouvir pela suavidade da melodia, do instrumental e vocal. Sua letra não é nada inédito por se tratar de que "quem tem unção é diferente", porém é muito mais profunda do que as que você já ouviu a cerca desse tema. Os violinos acompanham toda a faixa e vicia ainda!



Pensa numa canção maravilhosa e cristocêntrica? "O Meu Olho Brilha - Incidental: Mais Perto Quero Estar" é esta faixa! Sua introdução já traz aquele drama, com teclado, bateria e violinos. A canção retrata o desejo de servir a Deus, a felicidade de estar na sua presença e a emoção ao falar e ouvir dos grandes feitos de Cristo. Além da letra, a sétima faixa acompanha um verso do hino "Mais Perto Quero Estar" da Harpa Cristã cantada junto a um coro infantil. O resultado foi tão sensacional que o replay vai ficar ligado e você nem vai perceber (rs).

"Se Levantou" tinha por título "Igreja do Século XXI" e retrata a história do vale de ossos secos, comparando tal assunto com os dias atuais; uma canção de despertamento para as igrejas atuais como um exército. Sarah declama um texto de Ezequiel 37 com ousadia acompanhada por um solo de guitarra gritante e bateria em um nível desejável ao momento.

Quase fechando o disco, "Ele Vem" é a faixa mais diferente do CD. Um pouco mais agitada do que as demais, "Ele Vem" é introduzida por um sintetizador e bateria, mostrando ser uma canção dançante. Baseada na volta de Cristo, sua letra tem um refrão simples e que abre alas para a canção mais bonita do CD...

Falar sobre a última faixa não é fácil. Junta-se a emoção e as lágrimas por ter uma letra que expressa o real sentimento nos dias atuais. "O Rosto de Cristo" é um clássico composto por Josias Barbosa e já gravada por grandes nomes como J. Neto, Mara Lima e diversos outros. Ela é introduzida pela orquestra, backing e teclado, deixando o clímax pro final, onde toda a banda se empolga e juntos, sincronizados, criam a canção mais bela do CD, desde as notas tocadas pelos violinos até as batidas da bateria. O backing vocal, que assemelha-se a um coral pela forte interpretação, dá a canção um gosto de louvores americanos, honrando a história dessa música antiga, mas que tem uma letra tão profunda que diz querer saber como era o rosto de Cristo.  A canção, ainda, traz a sensação de como seria bom sentir o que a multidão sentia ao ver realizar seus milagres e que, em breve, o veremos face a face, crendo pela fé que estaremos no céu de glória vendo seu rosto tão formoso, sem dores e tristeza, mas brilhante e alegre! Sobre a interpretação de Sarah, não há o que dizer, apenas sentir; principalmente por cada nota bem alcançada (e não digo de notas baixas não!). Sarah Farias traz emoção em cada frase, fazendo sentir o mesmo sentimento que expressa ao gravar a faixa. Sem dúvidas, fechou com chave de ouro!


Para salvar o pentecostal, que ainda está devagar neste ano, Sarah Farias nos trouxe um álbum rico em letra, arranjo e interpretação; canções que realmente falam do nosso dia a dia e que tem como tema superação em meio aos problemas, sobrevivência na crise!

Que possamos sobreviver às tempestades, termos nossa raiz cravada em Cristo, pedindo sempre renovo para termos estabilidade, e se ficar difícil, clamarmos "efatá" para os céus se abrirem e a porta do milagre se abrir, pois é diferente quem tem unção; estes, o olho brilha quando fala de Cristo, pois faz parte da geração que se levantou para anunciar que Ele vem e muito em breve veremos o rosto Dele! Até a próxima!

Matheus Seixas | DESKTOP GOSPEL

6 comentários:

  1. E cadê o análise do Cd de Eliã Oliveira - Bênção?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Semana que vem tá no site! Fique atento, rs. Salmo 40 (rs).

      Excluir
  2. Sinceramente das músicas dela só se salvam poucas. Ela é uma compositora de letras fáceis demais e muito repetitivas; talvez foi a intenção em fazer isso nesse CD pra ele fazer realmente muito sucesso, porém conteúdo e letras mesmo não tem, com raras exceções. Das músicas dela, eu realmente gostei de Eu faço parte do sete mil, gravada pela Eliane Fernandes, e Isaías 51.2.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigado pela opinião! Felizmente cada compositor tem uma forma de ser usado por Deus e Sarah Farias arrebentou assim como no CD "Novidade" em conteúdo de letra neste novo disco. O que é raro são compositores escrevem canções inspiradas como "Estabilidade", "Efatá" e diversas outras; canções que contém versículos bíblicos e nem ao menos sabemos. Fique de olho no site para novas analíses. Contamos com sua opinião. abençoe!

      Excluir
  3. Sem dúvidas, meu amigo! Obrigado pelo comentário.

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.