Recentes

DESKTOP ANALISA: "E a Fonte teve sede" de Silvia Ker

Hoje trazemos para vocês mais uma analise musical. Desta vez o lançamento em destaque é o "E a fonte teve sede" da cantora Silvia Ker.


Produzido por Marcos Pereira, Jadiel Alves e Ronny Barbosa o EP da cantora já se encontra em todas as plataforma digitais e conta com 6 canções assinadas por Silvia, Edson Coelho, Tangela e Samuel Dias.  Neste lançamento a cantora apresenta suas primeiras composições e isso é um motivo de muita alegria e conquista. A belissima capa acima, é uma produção da agência Observ Design e traz um ótimo conceito visual. Vamos às canções.

O projeto é iniciado com a canção Eu Adoro e quem assina a produção musical é Marcos Pereira. A introdução é bonita e possui arranjos de violino teclado e demais instrumentos.A bateria é inserida e em seguida a cantora inicia a letra versando sobre a grandeza de um Deus que nos conhece e observa tudo lá do céu. Falando sobre um adorador que segue fiel além das circunstâncias, a canção é muito boa e os arranjos em cordas são os pontos altos da faixa. É um pentecostal bem raiz e gostoso de ouvir e cantar. Essa canção merece replays. Vamos declarar que se a figueira não florescer, o mar não se abrir ou a muralha não cair, iremos continuar adorando ao único Deus.  Quem assina a composição é Tangela. 

Ao som de violino, teclado, guitarra e bateria, Vem me abraçar é anunciada. Seguindo a mesma linha da faixa anterior esta vem em um pentecostal bem raiz e com ótimos arranjos em corda. A guitarra bem tradicional é o destaque. O backing vocal aparece mais vezes nesta faixa e a interpretação da cantora também é muito boa. Em especie de oração, a faixa que é assina pela cantora é um clamor que todos nos fazemos pedindo para o Senhor nos abrace, aclame nosso coração e nos sare de todas as dores e enfermidades. Que essa oração toque seu coração e traga o Deus para juntinho de você. A produção é de Marcos Pereira. 

Chegamos na canção titulo do EP e já digo que é uma das mais sensíveis e belas letras que já ouvi nos últimos dias. Músicas que falam sobre os últimos momentos de Jesus na terra como homem sempre me despertam curiosidade. Assim foi com: E a fonte teve Sede. Eu amo pentecostal raiz, com bastante cordas e um violino de fundo nos arrepiando. Nessa faixa não é diferente. Os arranjos em cordas com uma bateria com um leve peso, são de ótimo gosto. A letra fala sobre o momento em que Jesus pediu água e lhe deram vinagre para beber. A canção faz alusão ao fato de ele ser a fonte que nos sacia em todos os momentos, mas como homem ele também precisou ser saciado, mostrando que seu sacrifício por cada um de nós foi doloroso, mas para nos salvar ele fez isso. Essa belíssima composição é de Edson Coelho e quem produziu foi Jadiel Alves. O replay é obrigatório nesta faixa.


Deus sabe quem é Você é a quarta faixa do EP e é iniciada com alguns loops, uma bateria forte o backing. Quando a cantora inicia a letra versando sobre Davi, as cordas são inseridas e novamente a guitarra torna-se destaque. A canção vai se desenvolvendo e a história sobre Davi vai sendo contado. o refrão é anunciado e glorias são rendidas a Deus. Uma faixa forte com boas batidas, tem tudo para ser cantada por cantores da igreja e grupos de louvor nas igreja. Após o refrão temos um breve solo de guitarra e depois voltamos com uma ponte muito boa com alguns arranjos em teclado e batidas suaves. A guitarra volta em destaque e o refrão é entoado mais uma vez. A canção é encerrada dizendo que a glória é de Jesus. A produção é de Ronny Barbosa e quem assina a faixa é Samuel Dias. 

Quase encerrando o EP chegamos a um dos grandes clássicos da musica gospel. Gravada por Oséas de Paula em 1973, a composição de Edson Coelhor, É assim que eu Te amo abrilhanta o projeto com uma produção raiz assinada por Ronny Barboza. É uma canção que dispensa comentários e uma produção muito chamativa. A beleza aqui reside nos mínimos detalhes. O pouco se torna muito. Um guitarra bem tradicional é destaque e o teclado levam a faixa do inicio ao fim. A interpretação da cantora é muito boa. O backing bem suave foi uma grande sacada. Relembre esse sucesso e clássico na voz de Silvia Ker. 

Para encerrar temos mais uma composição de Silvia Ker, e dessa vez temos uma faixa romântica. Você pra mim pode ser a trilha sonora de muitos casais nas igrejas. A produção é de Marcos Pereira e novamente temos a guitarra chamando atenção. Bem moderna a canção tem arranjos gostosos de ouvir e traz uma mensagem de amor paixão. 

O lançamento de Silvia Ker é muito bom e é recomendado para quem curte um pentecostal mais calmo e raiz, sem todos aqueles arranjos mirabolantes e misturas com pop que temos visto ultimante. É um EP muito bom de ouvir e abusar dos replays. 

Ouça no Spotify: 


Alisson Lima | DESKTOP GOSPEL



Um comentário:

Tecnologia do Blogger.