Recentes

Duelo de Versões: Esse Adorador #3

Hoje trazemos para vocês a terceira edição da coluna duelo de versões. Desta vez, escolhemos a canção "Esse Adorador", uma composição de Rozeane Ribeiro gravada pela cantora Shirley Carvalhaes e esse ano gravada pela própria compositora.


A composição fala sofre a adoração de Davi em meio a dor de perder um filho. Segundo Rozeane, esta também foi sua decisão quando também perdeu um filho através de um "aborto espontâneo", tornando-se um de seus testemunhos de vida.

Shirley Carvalhaes gravou "Esse Adorador" em 2012 no disco "O Tempo De Cantar Chegou", e foi um verdadeiro sucesso na voz da cantora, sendo cantada em todo país e entoada até os dias de hoje.

A canção foi produzida por Cleybinho, com belos arranjos e uma boa interpretação feita pela cantora. Introduzida por um repique na bateria em mistura com guitarra e violinos, a canção ganha vida. É perceptível que os arranjos são bem orquestrados. Shirley, como sempre consegue passear pelas notas mais altas e baixas com facilidade e sutileza. Nas partes entre as pausas da letra podemos ouvir bem o a guitarra e os violinos, bem como acontece no inicio da canção. Estes instrumentos são acompanhados pela bateria. Entre a parte final e o refrão os instrumentos de cordas são perceptíveis e trazem uma ar mais envolvente. O backing vocal é bem forte e na ponte da canção, violinos e cantores entram em sintonia com demais instrumentos, nos causando arrepios. 

Ouça o sucesso na voz de Shirley: 


No ano corrente, Rozeane, compositora desta canção à regravou em seu disco "Gratidão". A produção foi feita pelo maestro Leandro Rodrigues. Para quem não sabe, a composição estava entre o repertório do disco "Rastro De Unção" lançado em 2010. Contudo, ao ser contactada por Shirley, Rozeane sentiu da parte de Deus passar a música para a cantora, e só agora que ela a gravou.

A canção inicia ao som de violinos e teclado. Após uma sequência harmoniosa e boa de ouvir, entram bateria e demais instrumentos em uma pegada bem forte. Nesta versão, bem como na anterior, o violino "dança" por toda a melodia, com arranjos mais ousados e gostosos. A versão de Rozeane não fugiu da primeira, e segue o mesmo compasso e levada. A cantora juntamente com o maestro souberam dar uma nova roupagem para a canção, sem perder sua essência. A ponte nesta versão parece ser mais forte e envolvente, não tendo aquela sonoridade seca (porém também forte) da versão de Shirley. As duas causam arrepios e são bem pentecostais. 

Ouça a versão de Rozeane: 


Avaliação Final: Não há uma diferença muito grande entre as duas versões no que diz respeito a melodia e compasso. As produções são ótimas e possuem boas sequências de arranjos, e suas diferenças nesse quesito.

Na versão de Shirley Carvalhaes temos uma versão com arranjos fortes e bem orquestrados. Na versão de Rozeane Ribeiro percebemos o cuidado que a cantora teve em regravar a canção, podemos ver arranjos e melodias mais detalhados, sem perder a beleza de sua letra.

Em nossa opinião, Rozeane Ribeiro conseguiu realizar a proeza de superar a versão de Shirley em alguns quesitos. Gostamos muito dos arranjos e melodias e da interpretação da cantora, que apresenta discretas firulas e uma pegada bem mais forte e firme.

E você amigo leitor, qual a sua versão preferida? Conte pra gente nos comentários.

Ah! Antes que esqueçamos. Agora você pode escolher a canção dos próximos duelos de versões. Estamos com uma enquete no lado direito do site, basta escolher sua opção e votar.

Rafael Nunes | DESKTOP GOSPEL

2 comentários:

  1. A versão de Rozeane é a minha preferida!
    Super forte e impactante.

    ResponderExcluir
  2. Rozeane conseguiu transmitir a experiência q viveu!

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.