Recentes

Os melhores lançamentos do primeiro semestre de 2017



Chegamos ao fim de mais um semestre e muitos foram os lançamentos, contudo, observamos que o público cada vez mais exigente tem se mostrado bem critico e alguns se posicionam de forma bem rude as mudanças no estilo de alguns cantores. Com isso, esta mais difícil lançar um disco e conseguir alcançar grandes marcas e uma quantidade maior de pessoas. As plataformas digitais também mostraram esse ano que vieram para ficar e carregam grandes marcas de arrecadação no país e em todo o mundo. Mas o fato é que tivemos alguns lançamentos que se destacaram este ano, não tanto quanto deveriam, mas que são muito bons. Alertamos que a lista a seguir não segue uma ordem cronológica e nem classifica os lançamentos. 

Em 2017 Ariely Bonatti lançou o belíssimo álbum “Na Casa tem Vida”. Com produção de musical de Ronny Barbosa, o disco traz uma Ariely mais madura e confiante, com um ótimo repertório e interpretações afinadas e cheias de firulas. Compositores como Anderson Freire, Talita e Wellington e Lucas Ing assinam algumas canções que compõem o disco. Esse vale a pena termos em nossa coleção. 

Rozeane Ribeiro lançou o aguardado disco “Gratidão”. As composições são da própria cantora sendo que uma delas é assinada por Josefo Flávio. A produção do disco ficou na responsabilidade do maestro Leandro Rodrigues e de Cleybinho na canção "Base Forte". Rozeane apresentou um álbum equilibrado, com um ótimo repertório e uma produção de bom gosto. Possui canções fortes que falam ao nosso coração e canções leves que nos levam a refletir. Destaque para "Grande Deus", "Sua Vitória Breve Virá", "Gratidão", "A Cruz Valeu", "Eu Sou Davi", "Esse Adorador", "Decidi Andar com Deus" e "Base Forte".

Um dos nomes mais conhecidos na música gospel e líder de vendas, Damares também lançou o disco "Obra Prima". Fugindo um pouco de seu estilo, a cantora trouxe um disco com canções cristocêntricas e mesclou o Pentecostal ao pop e ao adoração. As composições vão de nomes como Anderson Freire, Claudio Louvor e Moisés Cleyton. A produção do disco é de Melk Carvalhedo e Rogério Vieira. Destaque para as faixas: "Sou o que Sou", "Obra Prima", "Brilha", "A Glória é Tua" , "Perfeito Louvor" e "Adoremos".

Fazendo uma entrada no mercado após aparecer no disco de Vanilda Bordieri, Bruna Paula lançou o "Milagres são reais". A produção de Ronny Barbosa caiu com uma luva nas canções e temos otimas interpretações por parte da cantora. Destacamos entre as canções, "Eu Vou", "Volta", "Além do que Sonhei" e "Vai ser só Gloria". A arte do disco é de Mateus Felipe e campositores como Nikolas Ribeiro e Vanilda Bordieri assinam as faixas.

Fabiana Anastácio caladinha estava, só adorando pelo Brasil, mas lançou o disco "Além das Circunstancias". Com belissimas fotos e artes feitas pela Observ Design, a cantora apresentou um conjunto de canções produzidas por Melk Carvalhedo, Herique Oliveira e Fabio Anastácio. Com uma interpretação muito boa e as vezes linear, a cantora trouxe uma perola de repertório, ainda mais com a regravação do clássico que é um dos destaques do disco, "Quem Ficou, ficou. Quem partiu, partiu...". Destacamos ainda as faixas: "Momento Triunfal", "Fiel Adorador", "Ah, que Saudade" e "Em nome do Senhor".

Outras cantoras que foram apresentadas ao público no disco "Na Tua Vontade" de Vanilda Bordieri se destacaram esse ano. Késia, Fernanda e Cinthya formam o "Trio Pérola" e juntas lançaram álbum "Pra Mais de Três" com produção musical do maestro Ronny Barbosa. A união das vozes nesse disco é uma verdadeira pérola. A produção bem alinhada segue o padrão pentecostal e congregacional, com canções bíblicas e de encorajamento. Destaque para "Dagom Caiu", "Sê Fiel" (Nikolas Ribeiro), "Pra Mais de Três, "Avance" (Leandro Borges), "Maior que o barco" (Tangela) e "Jerusalem" (Patrick Mendes).

A mulher do manto, do "retete" e dos mistérios (EEEEEEITA GRORIA) também lançou seu disco nesse primeiro semestre. Estou falando de Flordelis e o álbum "Realize". Com canções profeticas, de encorajamento e alegria, e é claro os corinhos de fogo, a cantora que deu a volta por cima soube apresentar um repertório rico com composições de Anderson Freire, Samuel Mariano e outros.

Samuel Mariano nos trouxe esse semestre o aguardado DVD "Antes, durante e depois do culto". E que DVD/CD tremendo. Fugindo do padrão adotado pelo gospel, o cantor e compositor traz um belíssimo conjunto de ministrações e louvores. A produção mais uma vez é de arrepiar e podemos sentir a presença envolvente em cada momento do projeto que está disponível no canal do cantor no Youtube.

No estilo pop rock e congregacional, Aline Barros apresentou o "Acenda Sua Luz". Com uma produção muito boa e de qualidade a cantora canta as canções como nunca, chegando a notas bem agudas. Destaque para "Depois da Cruz", "A tua presença é o céu pra mim" e "Paulo e Silas".

No estilo adoração/congregacional tivemos o disco de Felipe Valente. Com composições próprias o cantor nos trouxe um disco bem poético e com uma visão mais rebuscada de mensagens bíblicas, trazidas para uma ótica mais cristocêntrica e observada a partir de quem vive as mensagens. A produção do disco é simplória, mas a interpretação de Felipe é o ponto forte, com muita técnica e leveza ele canta cada canção. destacamos as canções "Despreocupado", "Canção de quem fica" e "Reversos".

Quase encerrando o semestre tivemos o lançamento de Tangela, um dos nomes mais expressivos quando o assunto é composição. Quem nunca cantou: "Eu vou me assentar, na mesa do rei...." ou "Pode ser o seu ultimo culto, adore. Pode ser hoje a ultima vez que você canta no coral..". Canções que ficaram marcadas na voz da cantora Damares são de autoria de Tangela. O disco "Do Outro Lado" veio repleto de boas canções e uma interpretação mais madura. Com canções autorais, a cantora permanece em seu estilo pentecostal mesclado ao sertanejo. Destaque para "Do Outro Lado", "A Dívida" e a regravação de "Pode ser hoje".

No sertanejo gospel tivemos o álbum "Feliz Demais" da dupla "Rayssa e Ravel". O disco marca um novo tempo dos cantores e foi gravado pela Graça Music. Com composições de que versão sobre a vida do cristão, a perseverança, sobre cristo e o amor de Deus para com homens, o álbum se sobressai, tanto no quesito repertório quanto produção.

Uma das experientes cantoras também laçou seu disco esse semestre. Estamos falando de Jozyanne. "Coragem" é um disco com produção de Josué Lopes, com composições de Anderson Freire, Eyshila e outros.  O diferencial desse disco é que ele possui toda uma história que foi contada pela cantora em seu canal no Youtube. As captação do mesmo é ao vivo entre as canções temos os destaques que são: "Impossível é Viver sem fé", "A Flecha", "Quem é Você" e "Basta uma Palavra".

Para encerrar nossa lista, tivemos o surpreendente lançamento de estreia da cantora "Midiam Lima". "Milagres" é álbum que tem canções no estilo Pop Pentecostal, adoração e congregacional. Lançada pela gravadora MK, Midiam certamente é uma das grandes revelações desse ano. O disco tem um repertório muito bonito que nos leva a refletir sobre a grandeza de Deus e nossa dependência dEle. A cantora possui um belo timbre de voz e emociona ao cantar. Destacamos o single "Jó" e as canções "Prioridade" e "Olho para o Alto".

Para quem curte gospel internacional recomendamos o belo disco "On My Side" de Kim Walker Smith, vocalista da banda Jesus Culture.

Essa foi nossa lista e lembramos que não houve nenhuma votação ou enquete para decidir qual CD estaria na aqui, com isso concluímos que o que pode ser bom ou melhor para uns, não necessariamente será para outros. Comente qual foi seu CD preferido nesse primeiro semestre e e quem sabe faremos uma  versão 2.0 desta matéria (rsrsr).

Alisson Lima | DESKTOP GOSPEL

3 comentários:

Tecnologia do Blogger.