Recentes

MERCADO GOSPEL FONOGRÁFICO

Já que falamos sobre idolatria gospel, (se você ainda não leu esse texto, clique aqui), porquê não falar da cobrança dos consumidores do mercado gospel fonográfico atual do Brasil? 


Vamos por partes: somos consumidores do mercado gospel atual, compramos CDS, DVDs, livros, caneca, chaveiros, camisetas, até as roupas que os cantores colocam no desapega OLX e é natural do ser humano exigir produtos de qualidade. MAS TEMOS QUE ENTENDER que hinos cantados em CDS são inspirações vindas de Deus. Pelo menos é o que dizem.

É CLARO QUE A CRÍTICA SEMPRE VAI EXISTIR, mas cá entre nós...Estamos em estado de saturação com pessoas que ficam dando nota para os trabalhos dos cantores. 

De acordo com o processo natural das coisas, vou explicar para vocês como um cantor luta para o CD chegar até suas mãos para você ficar criando picuinha na internet. Um cantor temente, crente, que usa esse meio como um meio de evangelizar almas e tocar vidas, até mesmo do seu vizinho que você nunca falou de Jesus para ele, mas ele ouve quando você coloca o CD para tocar. Então, ele ora, jejua, consagra, apresenta o projeto pra Deus. Cada CD é um momento com Deus que ele passa, começando pela seleção de repertório, e esse cantor que age sensivelmente à voz do Espírito Santo, acha que ele está preocupado com o que você quer ouvir? Que nada! Ele está preocupado com o que Deus quer falar! Ele escolhe os hinos na direção do Espírito Santo e então começa aquela maratona de produção, daí vem a divulgação. 


Sai capa, o povo reclama. Sai preview, o povo reclama. Sai com 10 faixas, o povo reclama, sai com baixa tiragem, o povo reclama... Daqui a pouco os lançamentos vão sair com uma caixa, onde estará escrito: RECLAME AQUI! 

Quantos comentários maldosos são lidos nas redes sociais diariamente a respeito de cantores que gravam seus CDs e os mesmos são classificados como se fossem objetos comparativos e descartáveis? Quantos cantores que tem longos anos de carreira e já leram ou ouviram palavras desagradáveis como “Por que fulano ainda grava, quem ouve isso? ”, “Mais um para o flop”, “Não vai superar sicrano”, "Nossa, que desnecessário". Vem cá irmãozinho, desde quando a sua necessidade é a mesma do cantor?  Está na hora disso acabar! O mundo gospel tornou-se um mercado disputador entre gravadoras e cantores porque nós alimentamos isso. Nós somos a sustância disso. A partir do momento que aprendemos a entender a real essência de um CD e de suas palavras vindas de Deus cantadas, pararemos de ser juízes e começaremos a ser explanadores do Reino por meio da música.


Ana Paula Gomes | DESKTOP GOSPEL 

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.