Recentes

DESKTOP ANALISA: Gratidão, lançamento de Rozeane Ribeiro

Já podemos ouvir o som de Rozeane, um dos CDs mais aguardados de 2017. "Gratidão" é o nono disco da cantora e compositora Rozeane Ribeiro. O disco possuí 14 faixas, entre elas uma composição de Josefo Borduchi, as demais são da cantora. A produção é assinada por Leandro Rodrigues e o projeto gráfico é da agencia Observ Design dirigida por Leandro Prado.  O CD já está disponível em algumas lojas. Também em versão Playback.


Deixamos bem claro que o texto a seguir trata-se de minha opinião individual  a respeito do disco. Se você é daqueles que se influencia pela opinião alheia, já fique alertado. Vamos ao que interessa. 

Iniciando o disco temos "Mais Grato a ti". Esse é um prelúdio que abre o disco. Rozeane faz um pequeno agradecimento e logo em seguida acompanhada de um órgão a cantora interpreta parte de um clássico da harpa cristã e rende toda gratidão ao único Deus.  

Em seguida temos a canção single do disco. "Grande Deus" carrega a responsabilidade de apresentar o CD ao público. Com um letra bonita e organizada, a canção traz a mensagem da grandeza e soberania de Deus. Ao som de violinos e bateria inicia-se o single que logo depois fica tímido, com apenas violinos e teclado. A canção vai crescendo e o backing começa a aparecer. “Grande Deus” é bem harmoniosa e gostosa de ouvir. No preview, foi à canção que mais me chamou atenção, não pela letra (que é bem resumida no vídeo), mas sim pela melodia e harmonia. Essa é aquela canção com uma introdução de letra muito boa, que faz perguntas e segue enaltecendo o único Deus, mas o refrão é repetitivo. Para encerrar a cantora declara que esse Deus é poderoso e você pode pedir o que quiser, pois dEle virtude poderá sair. 

Dando sequência ao álbum temos a canção titulo. Bem calma, “Gratidão” não exige uma produção muito rebuscada e mirabolante (é o que mais tenho ouvido ultimamente), visto que a mensagem que a canção carrega já chama atenção e merece todo destaque. Essa é uma música de adoração a Deus, de exaltação e reconhecimento que somos dependentes dEle e devemos agradece-lo. Rozeane interpretou muito bem essa faixa, fez algumas firulas e arriscou até um falsete que saiu bem afinado. Temos uma produção com arranjos em violinos e teclados que se destacam. As batidas são leves e a melodia é gostosa de ouvir. A ponte, mesmo que pequena chama atenção pela modulação de tom e arranjos mais fortes e violinos mais audíveis. Podem abusar dos replays, e não se esqueçam: Agradeçam mais, o Pai merece.


Chegamos à canção que me emocionou e carrega uma mensagem muito bonita. “Sua Vitória Breve Virá”. Talvez muitos não entendam e até digam que essa é uma canção de autoajuda, mas ela traz uma mensagem que muitos estão precisando e destaca mais uma vez o poder e a grandeza de Deus. Bem suave no inicio, Rozeane chega com uma pequena declamação. A produção no início ousou em efeitos musicais em uma mistura de violinos, bateria firme e teclado. A canção cresce e ganha força com a aparição do backing. O refrão mesmo que repetitivo destaca que o Senhor não tardará e entregará a vitória do verdadeiro Adorador. Versando sobre fidelidade e perseverança, Rozeane interpretou muito bem a canção. Os grupos de louvor vão adorar essa faixa. Vale um replay aí irmão? Ohh se vale. (srsrs). 

Evangelística e bonita chega “A Cruz Valeu”. Em primeira pessoa, a canção narra a missão dada a Jesus para nós, seu sacrifício e promessa feita por Ele. Imagine-se no céu após o arrebatamento falando com Jesus, assim você entrará na atmosfera dessa canção. A produção musical não tem muitos destaques, porém, como nas outras, o violino e teclado fizeram a diferença. A música ganha uma batida e aparecem guitarra e demais instrumentos. O refrão chega e o backing vocal surge de forma arrepiante. Essa canção é boa para conjuntos de Jovens. 

Outra música que me chamou bastante atenção no preview.:“Desce Sobre Nós”. Bem Pop, a faixa já agrada de inicio. Com um falsete e batidas fortes, a música ganha forma e Rozeane vai cantando com maestria. Versando sobre o revestimento de poder através do Espirito Santo, essa canção tem tudo para ganhar os conjuntos e corais de mocidade. A segunda parte é bem forte e já apresenta o tema da proposto. No segundo momento, temos a participação da querida Carol Teodósio que abrilhanta ainda mais a canção. Com doçura a cantora é acompanhada por Rozeane. Gostosa de ouvir e cantar, essa é uma das melhores do disco e merece muitos replays. Estamos aqui em Jerusalém, então, desce sobre nós, espirito. Regentes, fiquem atentos.

Agora aquela que muita gente já cantou e comentou. “Esse Adorador” chega chegando com arranjos de violinos e batidas firmes. Sem mudanças bruscas no ritmo (amei isso), Rozeane juntamente com seu maestro conseguiram realizar a difícil missão de regravar essa belíssima composição interpretada anteriormente por Shirley Carvalhaes. Os violinos mais uma vez fizeram a diferença, o backing super afinado chama atenção. O final é bem interessante e apresenta o destaque que não seguiu o mesmo arranjo da versão de Shirley, tem até uma leve paradinha. Com força e imponência Rozeane interpretou o que viveu e trouxe uma boa versão. Replays não podem faltar.

“Noivo Vem” é aquela canção que não pode faltar e fala a respeito da vinda de Cristo e sua promessa feita à igreja. Esse é um pop bem feito, com violinos no inicio e uma melodia muito boa de ouvir. Bem norte americanizada. Versando sobre o céu e comparação de noivo e noiva que culminará com um casamento nos céus, o arrebatamento. A canção tem um refrão repetitivo e lembra o single “Grande Deus” em questão de ritmo. A segunda parte da faixa tem mais força com o backing e a mensagem de perseverança da noiva. Regentes já podem ficar atentos e inserir essa música nos repertórios dos conjuntos. Se tornou uma de minhas preferidas e já abusei do replay por aqui.

Bem tímida chega “Eu Sou Davi”. Com uma declamação inicial essa faixa mostra a que veio e tira essa visão que a priori temos a respeito de sua “timidez” (srsrs). A composição  fala sobre o desafio que Davi viveu e venceu. Essa chama atenção para os Davis da atualidade. Bem profética e impactante, a faixa tem um seguimento compassado com batidas fortes e firmes. O refrão pergunta quem é Davi e caminha para a segunda parte, profetizando na vida de quem ouvir o disco. Neste momento os violinos aparecem e novos arranjos são inseridos. Mais uma vez o backing vocal se destacou. Boa para conjuntos e também para solos, essa música pode e tem tudo para virar um sucesso pelas igrejas. Não se esqueça do replay, pois essa canção vale a pena. 

Ouça:


Chegamos a uma das canções que me chamou atenção pelo título. Pensei: será que vem uma “Pro mundo não vou te perder” 2.0? Que nada, ela retrata a redenção e o plano de salvação trazido por Jesus. A produção é bem simplória e possui arranjos mesclados com batidas leves que denotam o ritmo da canção. A mensagem que a mesma carrega é bem evangelística e mostra a importância da salvação. Podem usar muito o replay na "Não Peques Mais"

Outra faixa que me cativou e já e é uma de minhas preferidas nesse CD: “Decidi andar com Deus”. Essa é aquele tipo de música que você gosta de cara, ou não gosta mais (rsrs). Que letra, que construção bem feita, que andamento e evolução da canção [...] Fiquei todo bobo. Um pena que o refrão seja tão curto e repetitivo, não superando as expectativas deixadas pela introdução que é tão bela.  A produção musical é gostosa de ouvir, a harmonia ficou muito boa e cresce junto com a interpretação de Rozeane. O ápice da canção é a firula e a modulação de tom. Cantores de todas as igrejas, já podem inserir em seus repertórios.

Ao som de violão e violino chega “Com a Força do Louvor”. Com uma mensagem bem conhecida, a canção se torna uma beleza no disco. Me lembra canções do passado, com simplicidade e beleza, com arranjos não tão mirabolantes (to pegando abuso de alguns CDs que tenho ouvido ultimamente pelo excesso de arranjos misturados). Aqui, o pouco é mais, o simples se torna belo e gostoso de ouvir. Rozeane faz segunda voz em alguns pontos e isso a gente ainda não tinha ouvido muito nesse CD. Essa é aquela canção raiz que completa o disco. Quem assina  é Josefo Borduchi, esposo da cantora.


Se aproximando do termino do CD, surge “Deus Nunca Falha”, regravação da própria Rozeane. Já conhecida por muitos, a mensagem dessa canção é bem profética e destaca a grandeza desse Deus que nunca falha. Fiquei surpreso com a qualidade. Leandro Rodrigues mais uma vez conseguiu uma proeza. Tornou o que já era bom, em algo melhor ainda. Isso é o que procuramos em uma regravação. Que seja superior ou igual em grau de qualidade. Grupos de jovens já podem adotar essa canção.

Para encerrar vem a faixa bônus, “Base Forte”. Grande foi o clamor dos internautas por essa canção, e entendemos esse clamor. Muito bela essa música. Em uma espécie de acústico, os arranjos transmitem uma paz e beleza de todo o conjunto da obra. Violinos não foram poupados. Rozeane interpreta com uma leveza e mostra que Jesus é nossa base forte, nosso escudo e sustento. O violão nessa canção chama atenção, e o casamento entre violino e cajón foram perfeitos. O replay é bem vindo. 

Rozeane Ribeiro trouxe um CD de qualidade e mais uma vez mostrou que é uma das maiores compositoras do segmento gospel brasileiro. Canções proféticas, intimistas e com mensagens evangelísticas não faltaram nesse CD. Falou sobre o céu, sobre a grandeza de Deus, sobre a necessidade de sermos gratos e sobre o poder de Deus para usar e abençoar os seus servos fieis que adoram e agradecem em meio à dor. Tivemos duas regravações que ficaram à altura das versões anteriores e podem agradar. A produção musical de Leandro Rodrigues mais uma vez foi muito boa.

Como todo disco esse também apresenta um contra, que são as repetições nos refrões das canções. Quando você pensa que algumas músicas irão crescer e ganhar muita força, com um refrão criativo e bem arranjados, isso não acontece. O que temos é uma repetição de poucas palavras. A voz de Rozeane também está um pouco diferente, em algumas músicas senti algo abafado.  

Gratidão é um disco que vale a pena ter na coleção. É aquele CD que você pode comprar sem medo, pois vem recheado de boas canções.  Não esqueça, pirataria é crime. 

Alisson Lima | DESKTOP GOSPEL

2 comentários:

Tecnologia do Blogger.