Recentes

Desktop Analisa: "Milagres São Reais" de Bruna Paula

Hoje iremos analisar o CD "Milagres São Reais" de  Bruna Paula. O disco que foi produzido por Ronny Barbosa apresenta composições de Vanilda Bordieri, Nikolas Ribeiro e entre outros. O projeto gráfico, que está muito bonito e bem feito, foi desenvolvido pelo profissional Mateus Felipe. Então, vamos à análise.


"Eu Vou" é a canção que abre o disco e é assinada por Vanilda Bordieri. A introdução é feita por teclado bateria e baixo que apresentam o coro da canção que se resume em cantar, "Eu Vou, eu vou...". A sequencia da canção é feita com perguntas e uma única resposta, versando sobre o que os salvos em Cristo irão desfrutar no céu. Após essa parte, temos o refrão da canção que é bem curto e forte. A segunda parte da canção é maior e da mais força à faixa. A produção é muito boa e Ronny Barbosa mostrou o motivo de ser um dos melhores produtores e tecladistas. Os arranjos em teclado passeiam por toda a canção deixando-a ainda mais bonita. A música repete várias vezes o coro do inicio, isso não ficou muito legal, porém é uma boa canção e certamente estará nos conjuntos. 

"Além do que Sonhei" é assinada por Nikolas Ribeiro. A canção é muito gostosa de ouvir a interpretação de Bruna é muito boa, a voz da cantora é ótima de se ouvir. O destaque da produção fica sobre o baixo inserido de forma brilhante, em toda a música podemos ouvir-lo, e bem. Gosto quando os produtores fazem isso. A letra fala sobre os sonhos e como Deus pode realizar aquilo que nós nem sonhamos, que podemos acreditar nas promessas e nas palavras de Deus. O replay é bem vindo. 

Anunciada por um guitarra chegamos a terceira faixa do CD. "Volta" é uma canção profética. A canção fala sobre o poder de Deus e narra algumas histórias bíblicas, como o endemoniado de Gadara e a ressurreição do filho da viúva de Naím. O ponto forte da canção chega quando a cantora declara: "Cai correntes, sai demônio, todo o mal desfeito está, onde havia pranto e dor e trevas a luz vai brilhar, Sai miséria dessa vida Jesus já chegou, almas são libertas na presença do senhor. Os teclados e pianos também são destaque e o backing composto por apenas 3 vozes é de tirar o folego. Paulo Zuckini, Hedy Barbosa e Paloma Possi formam um belo trieto (srsrs). Essa é uma canção muito boa para conjuntos e se tornou a minha preferida do disco, podem abusar do replay. Quem assina é Vanilda Bordieri.
Chegamos a quarta faixa e titulo do CD. "Milagres são Reais" é assinada pela Paraense Kézia Oliveira. A canção é anunciada por teclado, bateria e guitarra. Narra a história de Ana em busca de um filho, orando e pedindo a Deus. A interpretação de Bruna fez toda a diferença nessa música, podemos sentir a vontade e força com que a cantora entoou cada frase. Novamente Ronny deixou o baixo bem exposto em algumas partes e a teclado unido a bartéria foi o forte da produção. O backing novamente fez toda a diferença e como é belo esse backing (srsrs). O refrão é profético e bem grudento. Essa canção pede vários replays. 

"Adorador" é a quinta faixa do álbum e quem assina é a dupla Samuel e Josival. Assim como as canções iniciais, essa apresenta um coro no incio. Aqui nós temos uma das mais belas letras do disco. Versando sobre Jó, a canção vai ganhando força e destaca a perseverança do adorador diante de tantas dificuldades e provações. O refrão destaca as situações que provam o verdadeiro adorador e continua com a mesma força do inicio. A produção é muito boa, os teclados se misturam ao backing e as batidas fortes. Os conjuntos já podem inserir essa canção em seus repertórios. 

A sexta canção do disco chama-se, "Deus me ouvirá" e é cantada em primeira pessoa trazendo uma boa letra e um bom arranjo de guitarra e rabeca. A canção fala das provações e do que podemos fazer nestes momentos. O refrão chama bastante atenção na sua primeira frase. Acompanhada pelo backing, Bruna vai cantando a canção que muda um pouquinho na segunda parte do refrão e perde um pouco o peso, mas volta novamente e faz da canção um belo conjunto de produção e letra. 

"Cheiro de Milagre" é composição de Cláudio Louvor e também foi gravada pelo cantor e sua irmã. Fiquei ansioso para ouvir a versão na voz de Bruna e não me decepcionei. Ronny soube usar arranjos e a canção ficou bem harmoniosa. A letra é muito boa e segue o mesmo padrão gravado pela dupla. Bruna interpretou muito bem. As irmãs do Circulo de Oração agradecem (rsrs). 

Chegamos a mais uma composição de Vanilda Bordieri. "Só quero adorar" lembra os pentecostais antigos, uma melodia calma sem deixar de ser forte. A canção não exige uma produção pesada e nem arranjos mirabolantes e misturados que temos visto atualmente (aqui um desabafo kkk). O solo de guitarra é muito bom e a interpretação de Bruna é boa. Talvez o  backing deveria ter sido mais presente nessa canção. Vamos todos declarar: "Eu só quero adorar... Sei o que céu vai se abrir, o meu Deus vai me ouvir, eu só quero adorar". Ótimo para conjunto de irmãs. 

Chegamos a penúltima e nona faixa do disco. "Vai ser só gloria" destaca as reações da presença de Deus e a manifestação da sua glória. O arranjo é muito bonito e ouvimos piano e teclados a todo momento. Novamente o Backing se destaca e a canção vai ganhando força. A cada vez que a cantora canta "Vai ser..." temos a inserção de mais resultados da glória de Deus manifestada no ambiente. Replays são bem vindos e quem assina a canção é Eliseu Alvernaz. 

Bruna não poderia encerrar o CD de forma mais bela e clássica. "Mais perto quero estar" é umas canções mais bonitas e conhecidas da Harpa Cristã. Bem raiz, a produção é emocionante e a interpretação da cantora, assim como nas demais canções, foi ótima e boa de se ouvir. Sem exageros a cantora honrou este clássico e findou seu álbum. 

O disco apresenta um bom repertório e produção simplória, porém bela. Bruna fez uma ótima entrada e mostrou a que veio, nos apresentou disco pentecostal de inicio ao fim. Sentimos falta de violinos, algumas canções clamavam por arranjos desse tipo, mas Ronny conseguiu contornar esse detalhe muito bem, sendo um especialista em pianos e teclados. A parte gráfica do disco é muito bonita e chama atenção. As cores e fontes usadas foram boas. Não temos grandes montagens de fotos  e nem muitos fundos e efeitos, mas os quadros e linhas, bem como a organização das letras e versículos espalhados pelas laminas foram de excelente gosto.


Vale muito apena adquirir e ouvir este CD, que trouxe um pentecostal e um belo conjunto de entrada.

Alisson Lima | DESKTOP GOSPEL

2 comentários:

  1. Amo Bruna Paula! O CD dela esta top de +++++ #elacantamuito

    ResponderExcluir
  2. Desejo muiiiito que Bruna Paula seja indicada para o troféu de ouro 2017. O cd está lindo.. Ela sim, é revelação nacional.

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.