Recentes

Templo de Salomão ganha destaque na TV com visita de Silvio Santos

Reportagem de 34 minutos mostrada no ‘Domingo Espetacular’ explorou cada canto da sede da Igreja Universal em São Paulo e rendeu recorde de audiência ao programa.

No último domingo, 02 de agosto, a Rede Record exibiu detalhes da visita de Silvio Santos ao Templo de Salomão, da Igreja Universal do Reino de Deus, e o encontro do apresentador com o bispo Edir Macedo. 

Acompanhados por alguns assessores e um guia, que ia apresentando os objetos no Templo de Salomão, os empresários, acompanhados das esposas, exploraram cada espaço do lugar, como o salão principal, onde acontecem as pregações e a Arca da Aliança, caixa que, segundo os textos sagrados, conteria as tábuas com a inscrição dos Dez Mandamentos. 

Entre uma fotografia e outra, o dono do SBT elogiava o templo: "Minha mulher já veio duas vezes, mas eu viria aqui sem dúvida, eu viria mesmo se não me convidassem", disse, aos risos, ao mencionar a mulher, que é evangélica. 

Rivais? 

Na maior parte do tempo, Edir Macedo foi tratado tanto por Silvio como pela reportagem como líder religioso. "O apresentador de milhões de fãs, recebido pelo bispo de milhões de fiéis", começava Adriana Araújo na matéria. 

A rivalidade entre SBT e Record, que brigam há alguns anos pelo segundo lugar de audiência, foi mencionada em tom conciliatório duas vezes, ambas por Silvio. "Todos deveríamos nos unir para que pudéssemos alcançar melhores resultados. Seria muito melhor do que um ficar digladiando com o outro", disse o apresentador enquanto passeava pelo Templo. 

O bispo apenas respondeu: "Ah, sim". Em outro momento, os dois comentaram a venda da Record para Macedo, em 1989. Na época, a emissora pertencia a Silvio Santos e à família Machado de Carvalho. "Não me arrependi da venda. Vendi com muito prazer", disse. 

Ao ser questionado se havia ficado com alguma espécie de receio por vender a emissora para um religioso, Silvio foi direto, como sempre. "Eu não conhecia o bispo Macedo. Para mim, era um comprador. O que ele ia fazer com a Record era problema dele e não meu."

Por Matheus Lima | com informações da Veja

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.