Recentes

Ateu, Fábio Porchat critica religião: "atraso"

Em entrevista concedida à revista Playboy, para edição de julho, Fábio Porchat falou sobre religião, política, homossexualidade, assédio e aborto, sendo favorável a legalização deste. 

Porchat criticou a religião e o seu envolvimento com a política. Para ele, muitos assuntos deixam de ser discutidos por causa de princípios religiosos e considera isso um atraso. "Você não discute nada por causa da religião! Não discute nem droga direito, pelo amor de Deus! Da homossexualidade você não pode falar, não pode falar sobre casamento gay. Olha o atraso!" disse.


Contudo, o humorista, mesmo sendo ateu, não é de todo contra às crenças, chega inclusive a estudar o tema para ter sua opinião formada sobre o assunto: "Para mim tudo isso [as religiões] é uma junção de coisas, de lendas e de histórias, que eram uma forma de ensinar as pessoas. E são lendas bacanas" ressaltou.

No mesmo assunto, Fábio criticou os opositores ao projeto de legalização do aborto. "Parece que toda mulher vai ter que abortar, que o aborto vai ser obrigatório. Você vai chegar grávida e o médico vai falar: ‘vixe, senhora, não vai ter jeito. Vai ter que abortar’", ironizou.

Com informações do Terra | DESKTOP GOSPEL

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.