Recentes

Edir Macedo rebate críticas: "A própria língua se voltará contra eles"

Tanto quem crítica o Templo de Salomão quanto quem o elogia já devem está cansados de tamanha repercussão do assunto nas mídias seculares e também cristãs. Desde o inicio das obras, há quatro anos, que o templo é destaque em diversas reportagens.

Contudo, as reportagens falando sobre o Templo de Salomão se intensificaram após sua inauguração, no último dia 31 de julho deste ano.

Por falar em cansado, quem não deve está feliz nessa história toda é Edir Macedo, fundador da Igreja Universal do Reino de Deus e idealizador do templo aqui no Brasil. No último dia 05 de agosto, terça-feira, o líder religioso publicou em seu blog uma nota comentando sobre às notícias negativas referentes ao templo.

Com o título "A própria língua se voltará contra eles", Edir Macedo usa passagens bíblicas para se defender dos  'irmaus religiosos' e os 'maus ignorantes'.

"Os perversos sempre existiram e continuarão existindo até o Juízo Final. Mesmo em meio a grandes vitórias para o seu povo, o rei Davi foi vítima das más línguas dos covardes e invejosos. No seu clamor a Deus, registrado no Salmo 64, ele menciona inimigos, malfeitores e iníquos" ressalta.

Para Macedo, esses que se levantam contra a Obra de Deus ignoram o fato de estarem a serviço do diabo:  "Mesmo assim, tanto os irmaus religiosos quanto os maus ignorantes não se cansam de destilar palavras venenosas no intuito de matar, roubar e destruir. Ignoram o fato de estarem a serviço de Satanás.".

Antes de finalizar seu texto e pedir aos fiéis para ignorar as setas venenosa, Edir Macedo afirma que tudo leva à motivação da fé."Ignoram também que quanto mais tentam nos denegrir, ofender e prejudicar, mais aguça em nós a motivação da fé".

"Aos da fé sugiro ignorar as suas setas venenosas porquanto cada um deles dá o que tem, assim como também temos dado o que temos. Oremos por eles porque um dia também fomos assim, mal amados, sem família, sem afeto, sem carinho, com casamento destruído, fracassos profissionais, frustrados na vida sentimental, viciados, enfim, éramos o esgoto vivo deste mundinho infeliz. Que o Senhor nosso Deus tenha compaixão deles tanto quanto teve de nossas almas" finaliza.

Um comentário:

  1. Assim como o templo não tem base biblica nenhuma, os argumentos do bispo também não tem. Mas serve para manter seu "gado" longe da verdade e bem guardados no seu curral.

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.