Recentes

Análise do novo CD de Rozeane Ribeiro: "É Meu"

Se para os muitos cantores a escolha do repertório é uma das fases mais difíceis nos novos projetos, o que dizer de uma cantora e compositora que lança um álbum com 14 canções inéditas de sua autoria, e ainda descreve como surgiu cada uma delas? 

É assim que está no encarte do novo álbum da cantora Rozeane Ribeiro, "É Meu", que mesmo com a capa simples, mas bem aceita pela critica gospel, a compositora nos presenteia com as situações que as composições surgiram.

É Meu | O álbum abre com musica titulo, e também primeiro single de trabalho a ser divulgado. A canção é bem forte, e trás uma mensagem de 'restituição', apesar da insistência do inimigo em destruir e roubar o que Deus nos deu.
Arma | A julgar pela doce introdução ao som dos violinos, não dá pra imaginar o single falando de armas e lutas, porém tudo muda com a entrada das guitarras e a belíssima interpretação da cantora que torna a faixa uma das melhores do disco. Pentecostal por si só, a canção é baseada em vários personagens bíblicos e suas respectivas armas. Os arranjos e o back vocal dão o toque final.

A terceira faixa é uma das mais emocionantes do álbum. "Pro Mundo Não Vou Te Perder" é uma versão moderna da parábola do filho prodigo. Mesmo com arranjos pouco trabalhado, a canção é uma ótima opção para cultos evangelísticos, já que as letras do gênero estão escaço nos últimos lançamentos.

Declaração a Deus | Rozeane Ribeiro não mediu esforços, ao juntar lágrimas e adoração em uma letra que é de total exaltação a Deus, o único digno de honra e glória. A meiga interpretação da cantora e o leve toque de violão tornam a canção mais emocionante logo no inicio.

O Noivo | A quinta faixa no álbum, é que eu chamo de "Necessidade" em todos os CDs gospel pentecostal, não só para o despertamento da igreja como também para abrir os olhos dos não preparados. A letra tem como base mais uma parábola, as das Dez Virgens. É a canção com mais letra em todo disco e ainda a mais extensa. Típico em hinos de arrebatamento, o single ainda conta com declamações de Romildo Moras e Marcelo Victor. Perfeita composição!
"Vinde benditos de meu Pai, possui por herança o reino que está preparado. 
Desde a fundação do mundo"

Chegou | A sexta canção do álbum poderia facilmente ser intitulada "O Tempo de Cantar Chegou" pelo simples fato da frase ser tão repetida durante todo hino. A letra ajuda manter a esperança por afirmar que Jesus chega e diz que vamos ganhar; a alegria virá; e que Ele vai ressuscitar se preciso for.  O back vocal também fez bonito, mesmo com tantas repetições.

Estou Curado | O inicio da 7ª canção lembra um pouco "Oferta Agradável a Ti" pelo tom reflexivo. Para quem vai cantar o single, seja ele em casa ou em cultos, vai está profetizando para si mesmo e declarando que as enfermidades foram embora. Mas ainda sim é canção para ser cantada em cultos de bençãos e milagres. A interpretação de Rozeane compensa os arranjos simples da faixa.

Mulher Virtuosa | Uma canção com a introdução que tem a cara de Rayssa e Ravel 'rs', mas o refrão ganha um forrozinho comum em todo álbum pentecostal. Com uma letra fácil e pegajosa, a canção deve ser sucesso no circulo de oração nesse Brasil a fora.

E se você acha que a faixa acima era única com o forrozinho santo, espere até ouvir "Gostinho da Vitória", só ouvindo. Hum, mais tá gostoso!

Estou Contigo | Nesta canção apenas a voz é de Rozeane Ribeiro e de Janeh Magalhães que faz participação especial na faixa, a letra é o próprio Deus falando aos nossos corações. Assim como a canção é uma das preferidas da cantora, a mesma tem tudo para ser a preferidinha de muitos fãs da boa musica gospel. Belíssima composição! Sem muitos exageros, Back e arranjos não deixou a desejar.

A 11ª faixa, "Estarei Lá", mostra que não importa onde ou qual as circunstancias, Deus estará lá. Mesmo a canção tendo uma quantidade expressiva de repetições da frase título, não se torna uma canção cansativa e até merece vários replays.

Encontros de Milagres | Na canção, Rozeane Ribeiro conta com um parceiro especial na composição. Pedro Henrique de 4 anos, filho da cantora, mostra que tem composição nas veias assim como sua mãe, que segundo ela é o responsável pelo refrão e parte do estrofe. Os arranjos estão show!

Nosso Guardião | A penúltima faixa inicia já com o refrão e tem o estrofe um pouco confuso a primeira vista, uma vez que faz menções de diversas passagens bíblicas. Porém, é uma linda canção. A citação do Salmo 23 pelo locutor Rômulo Moras deu um brilho especial a canção, e provou mais uma vez que a palavra de Deus se renova a cada dia.

Todos Temos Valor | Pelo tema é de se imaginar de onde surgiu inspiração para a composição da ultima faixa, internet. Mais uma vez o amor de Deus é destaque em canções, pois ele ama todos como descreve a canção. O back arrebentou. Amai-vos uns aos outros!

Para finalizar, o álbum "É Meu" de Rozeane Ribeiro tem tudo para ser um dos melhores entre os pentecostais de 2013. Com temas bem diversificados, uma produção que está na média, forte interpretação e composições que emocionam, edificam e impactam os consumidores da musica gospel. Vale a pena ter o álbum no acervo pessoal.


A produção é assinada por Leandro Rodrigues e o disco foi lançado com selo Rori Music. Mais informações www.rozeaneribeiro.com.br


As minhas canções preferidas?
Arma
O Noivo
Pro Mundo Não Vou Te Perder


Por Gilson Evangelista | Desktop Gospel

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.